O salário dos funcionários é a soma de várias situações dentro de um processo que resulta nos contracheques mensais. A folha de pagamento é a forma de calcular corretamente o que a empresa deve repassar a cada funcionário.

Entretanto na hora de elaborar a folha de pagamento muitos acreditam que é uma tarefa complexa, por isso é fundamental conhecer a fundo este recurso para melhorar os aspectos, financeiro e tributários de uma empresa, assim como o trabalho remunerado de forma correta de seus empregados.

Definindo melhor: folha de pagamento é um documento organizado pela empresa todos os meses, no qual os dados trabalhistas do colaborador são transformados em dados contábeis. Indispensavelmente é essencial que a empresa tenha em seu quadro profissionais que conheçam tanto a lei como tenha noção de matemática financeira para elaborar o documento.

Por consequência a folha de pagamento é um reflexo do que o colaborador realiza na sua jornada de trabalho e que acarreta na sua remuneração. Seu valor de registro atende as duas vertentes: empregado e empregador. Para o empregado serve para comprovação para: financiamento, imóveis e até a abertura de crediários e para aposentadoria. Para o empregador é uma comprovação dos pagamentos do INSS e outros impostos, assim como controla a a jornada de trabalho e pagamento de verbas trabalhistas decorrentes de horas extras e outros benefícios.

banner-guia-definitivo-ponto-eletronico-controle-de-ponto-02Powered by Rock Convert

Após  entender melhor a funcionalidade, agora é necessário aprender a calcular a folha de pagamento. Alguns passos são fundamentais:

  • Classifique cada funcionário da sua empresa, afinal cada categoria é regida por uma convenção com regras estabelecidas que devem ser respeitadas;
  • Com base nos registros de ponto do funcionário determinar as horas trabalhadas e se existem horas extras, da mesma forma verificar se houve faltas justificadas ou não. Caso tenha faltas não justificadas, elas devem ser descontadas do salário bruto;
  • Faça uma análise se houve algum caso onde o o empregado tem direito a adicionais no salário, como adicional noturno, de periculosidade, de insalubridade e salário-família;
  • Observe os custos que deverão constar na folha e farão diferença no salário do trabalhador, como impostos e benefícios, além de pagamentos que devem ser feitos.

Para definir melhor esse cálculo é importante conhecer cada um dos itens que compõem a sua folha:

  • INSS: contribuição destinada a gastos com aposentadoria, licença médica, pensão por morte e outros benefícios. Valor variável entre 7,65% a 11%, de acordo com o valor do salário bruto;
    FGTS: o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um depósito feito todo mês e corresponde a 8% do salário bruto do funcionário que garante indenizações;
  • Férias: depois de cada 12 meses de trabalho, o funcionário tem direito a férias de 30 dias corridos. Para tanto é pago nesse período um valor composto do salário mensal mais 1/3. Vale ressaltar que no mês de férias, é cobrada uma taxa de 12,67% do trabalhador;
  • 13º salário: pagamento de um salário “a mais” pelo ano de trabalho. Caso o funcionário tenha trabalhado menos de um ano, seu salário é proporcional ao período trabalhado;
  • Benefícios: Plano de Saúde, Vale-refeição e outros que podem ser fornecidos pelas empresas, também podem ser descontados do salário bruto, mas sem um percentual definido por lei. O vale-transporte também é descontado, mas com o limite de 6% sobre a folha de pagamento;
  • Imposto de renda: calculado com base no salário descontado o INSS. Para determinar a base de cálculo, têm-se como deduções os dependentes, o desconto do INSS, faltas, atrasos e pensão alimentícia.

Eventualmente, ao final do salário bruto são deduzidos os descontos e benefícios legais, como INSS, vale-transporte e vale-refeição, faltas, imposto de renda, entre outros. O restante é o salário líquido, que deverá ser pago ao funcionário.

Todos esses dados definem e são os cálculos necessários para gerar a folha de pagamento dos funcionários de uma empresa, por isso, é tão necessário atentar a cada detalhar para garantir no âmbito de trabalho os direitos e deveres das duas partes envolvidas nessa relação: empresa e funcionário.

banner-guia-definitivo-ponto-eletronico-controle-de-pontoPowered by Rock Convert